Sob comando de Filé e com pratas palestrinas, seleção brasileira Sub 21 disputa o Sul-Americano

Durante os dias 30 de julho e 5 de agosto, a seleção brasileira Sub 21 irá disputar o Sul-Americano, na cidade de Santa, Argentina. Entre os representantes do verdão, o técnico Felipe Luiz Santana, o Filé, treinador do Sub 19 do Palmeiras, irá ser o assistente técnico da seleção, que conta também com o auxiliar Bruno Savagnini, atual técnico do Corinthians, e com César Guidetti, head coch da seleção e técnico do Esporte Clube Pinheiros. Além do coach palestrino, os armadores Caio Pacheco (Weber Bahía Blanca), Yago Matheus(Paulistano) e o ala Gabriel Galvanini, o Jaú (Bauru Basket), formados pelo alviverde, são outros nomes ligados ao Palestra na seleção.

filé 1
Foto: Fabio Menotti/AG.Palmeiraas/Divulgação

Desde 2008 no verdão, Filé é um dos maiores e melhores técnicos da base do Brasil, senão o melhor. Pelas suas mãos, passaram nomes como Yago, Jaú, José Carlos, Nicolas Ronsini, Mogi, Vithor Lersh, entre outros nomes que estão no NBB. Pelo verdão o coach, além de conquistar títulos como o Estadual Sub 19 (2015), é especialista em retirar ao máximo o potencial de seus jogadores e, principalmente, em lapidar e formar atletas. É o caso de Rafael Paulichi, hoje no Weber Bahía Blanca, e Nicolas Ronsini, armador do Corinthians.

Umas das maiores revelações do verdão pós Leandrinho, Yago Mateus, convocado para a seleção sub 21 e figura presente na seleção adulta, começou sua carreira no Palmeiras. Chegou ao verdão cedo, ainda pelo Sub 13 (2012) e encantou o ginásio do Palestra Itália com suas assistências, sua aptidão por realizar gigantes partidas em grandes jogos ou decisivos e por sua técnica e habilidade. Saiu do alviverde no final de 2016 (Sub 17), conquistando o Metropolitano e Estadual Sub 13 (2012), Metropolitano e Estadual Sub 14 (2013), Vice-Campeão Metropolitano Sub 15 e campeão Estadual (2014), Vice-campeão Estadual Sub 16 (2015) e Vice-Campeão Estadual Sub 17 (2016) até se transferir do verdão para o Clube Atlético Paulistano, clube que defende no momento.

4
Foto: Fabio Menotti/AG.Palmeiras/Divulgação

Já Gabriel Jaú é contemporâneo de Yago e jogaram juntos pelo verdão, apesar deste ser um ano mais novo do que aquele. Em 2013, no memorável título do Sub 15, a dupla foi destaque do verdão, senso crucial para o caneco alviverde. Embora tenha ficado um ano no verdão (2013), Jaú jogou pelo Sub 16 e Sub 17, sendolapidado pelo verdão, sobretudo nas mãos dos técnicos Willians Manzini, Diogo Castro e Filé. Após o verdão, o atleta se transferiu para a Espanha e, posteriormente, para Bauru, equipe que defende hoje.

Por sua vez, Caio Pacheco, armador, jogou mais recentemente no verdão em relação aos outros dois. Chegou no Palestra em 2016 para a equipe Sub 17, sendo companheiro de Yago Matheus. Após a saída iminente da joia palestrina, Caio foi a aposta de Filé para a equipe Sub 19 de 2017 e se tornou o armador principal da equipe juvenil do Palmeiras. Muito disse se deu pela crescimento do atleta e de sua técnica, mas principalmente pela trabalho realizado pelo coach Filé. Após ótima temporada em 2017, Caio se transferiu este ano para o Weber Bahiá Blanca, junto com o também ex palestrino Rafael Paulichi.

caio2
Caio armando (Foto: Murilo Desimone)

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s