Defesa ganha jogo: Palmeiras segura garrafão do Pinheiros e consegue uma heroica vitória pelo Sub-16

Na noite dessa sexta-feira (6), a equipe Sub-16 da Sociedade Esportiva Palmeiras conseguiu um grande feito. Com extrema garra, brio nos olhos desde o começo da partida e, sobretudo, uma agressiva defesa, o Palestra superou o forte Esporte Clube Pinheiros por 70 a 68. Com o resultado, o alviverde ultrapassou o time pinheirense e é o novo vice-líder do Estadual (Regatas lidera).

Para sair com a vitória , a equipe do técnico Rafael ”Toca” Santos fez um exímio trabalho defensivo, sobretudo no garrafão. Gustavão foi gigante, um guerreiro em quadra, fez o trabalho sujo e ajudou a anular o forte trabalho interno do Pinheiros (Emanuel e Paulão). Além de Gustavão, Pedro Leme, ala, foi crucial na parte defensiva também. Titular do alviverde, foi o responsável por marcar pressão Tico, armador e cestinha do Pinheiros e deu enorme trabalho.

”Quanto ao sistema defensivo, mudamos alguns aspectos ao jogo do primeiro turno. Defendemos um pouco parecido com o que deu certo lá na CBC. Tivemos todo o comprometimento do sistema por parte dos atletas, marcando o tempo inteiro, cada um o seu melhor e isso foi muito importante para anular o Tico, grande jogador do time, junto com o Emanuel. Fizemos um bom trabalho também marcando o Paulão, tivemos uma dificuldade em relação sua estatura, mas conseguimos marcar bem”, frisou Toca.

Ian foi destaque na parte ofensiva (Michael Oliveira/Federados)

Marca da equipe do Toca, o coletivo se sobressaiu. Na defesa, Leme e Gustavão, já na parte ofensiva Ian chamou a responsabilidade e foi o cestinha do alviverde com 20 pontos, vindo do banco de reservas. Quem também foi destaque foi o armador Joãozinho. Com jogo agressivo e direito a enterrada, nosso Monstrinho do Palestra foi um leão em quadra. Infiltrou com agressividade, matou bola do perímetro e puxou contra-ataques com exito.

”O mérito total é dos atletas, eles compararam a ideia, hoje, na minha opinião, fizemos um baita jogo. Um jogo consciente, centrado e, apesar do Pinheiros ter aberto uma vantagem de cinco, seis pontos, nós não se descontrolamos e soubermos nos manter no jogo. Sabíamos bem o que era para fazer. O grupo está de parabéns. Eu sou um cara que prezo muito pelo grupo, não gosto de um jogo individual , então fiquei muito feliz com a partida que todo grupo apresentou, finalizou Toca”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s