O dia que o Palmeiras fez a festa no DF: relembre a vitória diante o poderoso Brasília

O dia 14 de dezembro de 2013 é uma data icônica e histórica para a o basquete da Sociedade Esportiva Palmeiras. No ocasião, fora de casa, em pleno Ginásio da ASCEB e com grande apoio da torcida palestrinas da região, o alviverde conseguiu uma de suas vitórias mais emblemáticas pelo NBB. Venceu o poderoso Brasília por 77 a 71, time que até então era o campeão Sul-americano.

Os destaques do Palmeiras no confronto ficaram por conta do ala-armador Airlindo Neto, autor de 20 pontos, seguido do ala norte-americano Wiggins, que anotou 15 pontos. Além deles, o norte-americano Caleb Brown e o pivô Tiagão, ambos com 14 pontos, foram outros destaques.  Pelo lado dos “donos da casa”, o maior pontuador em quadra foi Guilherme Giovanonni, responsável por 20 pontos e oito rebotes.

Neto foi o cestinha do Palestra (Foto:Brito Junior/Divulgação)

“A torcida cantou o tempo inteiro, sempre apoiando o nosso time, vibrando com todas as bolas. Estão de parabéns, essa é a maneira certa de torcer, sem criticar, torcendo sempre pelo Palmeiras”, concluiu Tiagão. Brown também comentou a força da torcida “A nossa torcida é muito linda, não parou nenhum segundo no jogo, e me ajudou muito na quadra. Fiquei muito feliz com eles e com essa vitória”, comentou.

Torcida fo Palmeiras compareceu em peso (Foto: Brito Junior/Divulgação)

Apesar de jogar fora de casa, o Palmeiras, embalado pelo apoia de sua torcida, começou com tudo o confronto. O alviverde largou na frente no duelo e se mantiveram na dianteira durante todo o restante da parcial. Com grande atuação de Neto, autor de 12 pontos, o Verdão foi aumentando a diferença aos poucos até chegar a dez, encerrando a primeira etapa levando a melhor por 27 a 17. A superioridade do alviverde imponente não parou por aí. Mantendo o bom aproveitamento e constância no ataque, os atletas do técnico Betão chegaram a estar com 14 pontos de frente, em plena casa do adversário (40 a 26). Após isso, a equipe do Brasília, ensaiou uma reação de 8 a 0, contudo foi para o intervalo perdendo por 40 a 34.

Na volta de intervalo, a equipe do Brasília foi outra na partida. Com um 12 a 3 nos primeiros minutos do terceiro quarto, o time do Distrito Federal virou o jogo para 46 a 43 e ficou em vantagem pela primeira vez no duelo. Após esse momento, ambas equipes revezaram constantemente na liderança do placar, entretanto, nos momentos finais da parcial, o Palmeiras deu um gás final e foi para a etapa final na frente, por 59 a 55. No inicio do último quarto, o Palestra mostrou muita autoridade e conseguiu se manter à frente durante todo o período. Guilherme Giovannoni bem que tentou tirar o Brasília dessa situação, porém seus nove pontos nos primeiros minutos não foram suficientes para tirar a vitória do Verdão. Com um minuto e meio para o fim do jogo , o Palmeiras estava com sete pontos de vantagem (73 a 66). Nesse momento, entretanto, Nezinho converteu um arremesso de 3 pontos e reduziu para quatro a diferença alviverde (73 a 69).

Os momentos finais e decisivos do duelo, então, tomaram tons dramáticos. Uma bola de 2 pontos do pivô norte-americano Marcus Goree cortou a vantagem alviverde para apenas dois (73 a 71), com 30 segundos para acabar. O tempo era pouco, portanto, o Brasília começou a colocar os palmeirenses na linha do lance livre, mas Neto, o gigante Palestrino, mostrou toda sua frieza e, com muita categoria, converteu quatro lances livres consecutivos, que deram o triunfo ao clube de Palestra Itália.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s