Todos os posts de Basquete Palestrino

Facebook: Basquete Palestrino Instagram: @basquete_palestrino Twitter: @Basquete_SEP

Base palestrina tem final de semana agitado pela gsp e estadual

A partir desta sexta-feira, 5, a base da Sociedade Esportiva Palmeiras enfrenta uma sequência de partidas, sejam pelo torneio GSP (Grande São Paulo) ou Estadual; confira os duelos.

Sub 12: Comandado pelo técnico Gustavo Rocha, a equipe palestrina já soma duas vitórias em dois jogos e necessita apenas do triunfo neste final de semana para assumir a liderança, que hoje é da equipe de Guarulhos, com três vitórias. No domingo, 7, no Ginásio do Palestra Itália, enfrentam o Clube de Regatas/Akdmia, às 9 horas.

Sub 13: Geração vice-campeã Metropolitana e Estadual em 2018, o alviverde, comandado também pelo técnico Gustavo, iniciou a competição da melhor maneira possível. São dois jogos e duas vitórias sem dificuldades. Já no domingo vão ter uma confronto direto pela disputa dos primeiros lugares. No Ginásio do Palestra Itália, às 11 horas, medem foras contra o Clube de Regatas/Akdmia – atual campeão da categoria.

Sub 14: Vindo de derrota diante o Esporte Clube Pinheiros, os palestrinos têm uma campanha de uma derrota e uma vitória pelo Metropolitano e vão ter a chance de se recuperar no sábado. No Ginásio do Palestra Itália e às 9 horas, o verdão enfrenta o São Caetano .

Sub 15: Após a vitória avassaladora diante o Pinheiros e com ótima atuação do trio Angelo Consorte (23 pontos), Diogo Castro (20) e Gabriel Caldeira (15), o Palmeiras volta à quadra neste domingo. Líder absoluto da competição, o time do técnico Marcelo ”Rato” Ribeiro enfrenta o Clube de Regatas, no Ginásio do Palestra Itália às 13 horas.

Angelo foi o cestinha diante o Pinheiros (Foto: Caio Carlucci)


Sub 16: Favorita ao título, a equipe do técnico Rafael ”Toca” vem confirmando o favoritismo no Estadual. São três vitórias em três jogos e médias de 94 pontos marcados. Liderados pelo trio Joãozinho, Pará e Gustavo, o Palestra joga duas vezes neste final de semana. Na sexta, 5, vão até Campinas e enfrentam os donas da casa às 18 horas. Já no domingo vão até Franca em confronto direto pela liderança. Jogam às 16 horas.

Joãozinho é uma dos destaques do Palestra (Foto: Michael Oliveita/Federados)

Sub 17: Após derrota em Limeira, o alviverde pode se recuperar do revés na sexta em confronto diante Campinas. Fora de casa, os palestrinos entram em quadra às 20 horas.

Sub 19: Reformulado e com uma convivente vitória diante o Esperia, o juvenil do verdão tem o jogo mais aguardado do final de semana. Fora de casa, no Ginásio Wlamir Mraques o plantel de Adriano Geraldes mede forças contra o Sport Corinthians Paulista às 16 horas. A partida poderá ser acompanhado em tempo real pelo site da Federação Paulista de Basketeball http://fpb.web.geniussports.com/

Belém será a sede da copa AMÉRICA sub 16; confira os POSSÍVEIS NOMES palestrinos

Nessa segunda, primeiro de abril, a FIBA anunciou que a cidade de Belém, capital do Pará, será a sede da Copa América deste ano Sub 16. O Torneio será disputado na Arena Guilherme Paraense, de 3 a 9 de junho, e contará com a participação do Brasil, Argentina, Canadá, Estados Unidos, México, Porto Rico, República Dominicana e Uruguai. As quatro melhores equipes se classificarão para a Copa do Mundo Sub-17 Masculina, em 2020.

Presidente da Confederação Brasileira de Basketball, Guy Peixoto, comentou sobre a importância do torneio ser em território nacional ” Estou muito feliz com a confirmação de Belém como sede da Copa América Sub-16 Masculina, uma competição extremamente importante, visto que é classificatória para a Copa do Mundo Sub-17, que será jogada em 2020. Um evento dessa magnitude fortalece ainda mais o basquete de base brasileiro, além de auxiliar no desenvolvimento da modalidade na região Norte, que terá a chance de acompanhar de perto um campeonato com as grandes potências do continente pela primeira vez em sua história”.

Apesar da lista oficial ainda não ser divulgada, nomes palestrinos serão convocados e outros devem pintar na seleção brasileira. Confira os possíveis atletas do alviverde na Copa América.

Matheus Leoni:

Natural de Pará, o armador foi o melhor jogador da categoria Sub 15 em 2018. Além disso, esteve presente no título Sul-Americano Sub 15 da seleção, que culminou na classificação brasileira para a Copa América Sub 16. Apesar de ter extrema qualidade, habilidade e, perincipalmente, técnica, Matheus ainda apossui ótima visão de jogo, é um exímio arremessador dos três pontos e certamente está entre os maiores expoentes da base palestrina neste século. Além de ser figura certa na lista brasileira, deverá ser titular na competição e um dos destaques gerais da competição. No Palestra, joga pelo Sub 16, Sub 17 e Sub 19.

João Victor Capela Dos Santos:

Assim como Matheus, esteve presente na seleção do ano passado e será nome certo para a deste ano. Tem um jogo complementar ao de Pará, formando, indiscutivelmente, a melhor dupla de armadores da base nacional. Com 1.85 metros de altura, o ala-armador mostrou grande evolução para esta temporada. Além do seu arremesso estar mais consolidado, Joãozinho melhorou o seu já bom físico e, sobretudo, o jogo de transição e infiltração. Quando bate para dentro do garrafão, consegue facilmente realizar bandejas.

Joãozinho em confronto pelo Sub 17 (Foto: Michael Oliveira/Federados)

Gustavo Henrique Almeida de Santana

Novidade palestrina para esta temporada, o atlético ala-pivô chegou após ser destaque no Londrina. Esteve na primeira lista, mas foi cortado posteriormente. Nesta temporada pelo verdão, Gustavo vem mostrando ser extremamente dominante no garrafão, além de ser uma máquina de rebotes. O atleta ainda apossui bom arremesso do perímetro.

Ian Vitor Nolli Santos:

Outro reforçado para esta temporada, Ian realizou um grande ano pelo Clube de Campo de Rio Claro em 2018 e deveria ter sido convocado ano passado por comandar o time do inteiro ao terceiro lugar no Metropolitano. Ala-armador de origem, vem atuando também como armador, mostrando ser versátil e um ”coringa” em quadra. É o sexto homem do Sub 16 do alviverde neste ano. Inteligente e com ótima visão de jogo, o palestrino, além de mostrar eficiência em dar assistências, possui também facilidade em realizar precisas infiltrações e capacidade de pegar rebotes.

Gabriel Caldeira:

Mais uma novidade para a base da Sociedade Esportiva Palmeiras em 2019, o jogador chega após ótimas seguidas temporadas pelo Mackenzie. Apesar de atuar pelo Sub 15 do verdão, é disparado o melhor armador da categoria e tem o mesmo rendimento quando sobe para o Sub 16. Com extrema habilidade, Caldeira tem facilidade em infiltrar e é especialista do perímetro. É o cestinha do Metropolitano Sub 15.

Caldeira em atuação pelo Sub 15 (Foto: Caio Carlucci)

Arrasador, Palmeiras estreia com vitória pelo Sub 19

A equipe Sub 19 da Sociedade Esportiva Palmeiras iniciou o Estadual Sub 19 de maneira arrasadora. Jogando no Ginásio do Palestra Itália, o time do coach Adriano Geraldes superou o Esperia pelo placar de 94 a 46 (17 x 13, 26 x 9, 30 x 15 e 21 x 9).

O ala Gabriel Mota é uma das novidades do Palestra (Foto: Micahel Oliveira/Federados)

Para esta temporada, o alviverde passou por uma reformulação em seu plantel. Além das chegadas dos alas Gabriel Mota, Gabriel, Henrique e Pablo e dos pivôs Gustavo, Guilherme Serrano e Hamilton, o Palestra conta com atletas do Sub 17, que sobem de categoria. Caso do armador Vinicius, do ala Arthur e do ala-pivô Maurício.

Arthur é um dos atletas do Sub 17 que será usado no Sub 19 (Foto: Michael Oliveira/Federados)

Apesar dos desfalques dos armadores Iago Rosa, Robson e do pivô Guilherme Serrano, o verdão foi superior do início ao fim. Sempre na dianteira do placar, a equipe de Adriano pode rodar todo o seu elenco, sem contar com apenas um destaque individual e sim o coletivo de prevalecendo, marca da equipe palestrina.

O Juvenil do alviverde volta à quadra no próximo dia sete, às 16 horas, no Ginásio Walmir Marques, contra o Corinthians.

Outras Categorias:

Sexta: Sub 16 – SEP x Overtime (17h)

Sábado: Sub 14 – SEP X ECP (9h)

Sábado: Sub 15 – SEP X ECP (11h)

Domingo: Sub 12 – SEP X ECP (9h)

Domingo: Sub 13 – SEP X ECP (11h)

Sub 16 e Sub 17 do PALMEIRAS estreiam com vitória no Palestra

Favoritos aos títulos dos Estaduais, as equipes Sub 16 e Sub 17 da Sociedade Esportiva Palmeiras estrearam com triunfos nesse final de semana no Ginásio do Palestra Itália. Ambos times que são comandados pelo técnico Rafael Santos, o Toca, uma das novidades palestrinas para este ano, superaram o Bauru Basket. Enquanto o Sub 16 venceu pelo placar de 104 a 75, o Sub 17 triunfou por 104 a 53.

Vindo da Itália, Ian é uma das novidades do Palestra (Foto: Michael Oliveira/Federados)

Na frente do placar a partida inteira, o Sub 16 do alviverde não teve dificuldades para superar o time bauruense. Com um elenco extremamente qualificado, Toca pode rodar todos os atletas e ainda se deu ao luxo de ”poupar’ no segundo tempo os armadores Matheus Leoni ”Para” e Joãozinho, ambos da seleção brasileira. O jogo marcou a estreia do ala-armador Ian Nolli, do ala João Victor Scopel ”Shaw”, do ala pivô Camanho e do pivô Gustavo Almeida, grande destaque da partida, colaborando com double-double em pontos e rebotes.

Assim como o Sub 16, o plantel do Sub 17 não teve dificuldades para superar o Bauru Basket. Também sempre na dianteira do placar, o verdão mostrou grande equilíbrio estre seus pontuadores, marca que será usada nos times de Toca pela qualidade dos elencos montados. Confira os lances dos jogos no Canal ”Federados” https://www.youtube.com/results?search_query=federados

Próximos Jogos:

26/03: Sub 19 – SEP X Esperia (17h)

30/03: Sub 14 – SEP X ECP (9h)

30/03: Sub 15 – SEP X ECP (11h)

31/03: Sub 12 – SEP X ECP (9h)

31/03: Sub 13 – SEP XECP (11h)

LInk do evento dos jogos https://www.facebook.com/events/2232141283668047/

A escola de técnicos do verdão continua forte

O ano de 2019 foi de mudanças em relação ao departamento de basquete das da Sociedade Esportiva Palmeiras. Além de reforços para todas as categorias, o verdão passou por uma reformulação na comissão técnica.

Após comandar a equipe Sub 19 do verdão de 2015 até o segundo semestre de 2018, Felipe Luiz Santana, o Filé, se despediu do verdão e deu lugar para o experiente Adriano Geraldes. Com grande experiência em formar atletas, Geraldes tem com uma de suas grandes qualidades aproveitar ao máximo o potencial de seus jogadores, além de fazer muito com pouco. O técnico do verdão ainda comandou times adultos e possui experiência internacional.

Para a categoria Sub 14 e Sub 15, o verdão terá em seu comando o experiente Marcelinho Ribeiro ‘’Rato’’. Ex jogador profissional, foi o responsável pelo retorno de Mogi das Cruzes ao NBB. Rato já integrava a comissão técnica do alviverde em 2018, porém como assistente.

Em depoimento para o site oficial do Palmeiras (https://bit.ly/2S0Widj), Rato comentou as expectativas para este ano  “A minha expectativa para a temporada é das melhores. O Palmeiras dispõe de estrutura fantástica para a prática do basquete. A equipe Sub-14 está em formação e foi reforçada com alguns nomes importantes, enquanto o Sub-15 tem atletas que foram campeões do Paulista Sub-14 no ano passado. Vamos trabalhar da melhor maneira possível para manter o clube ‘nas cabeças’ e trazer mais títulos”, concluiu.

Outra novidade do verdão é a vinda do técnico Rafael Santos ”Toca”. O novo treinador das equipes Sub 16 e Sub 17 do alviverde tem passagens pelo União (RS), Caxias do Sul, além de ter comandado as seleção gaúchas Sub 13, Sub 14 e Sub 15 “Ter a oportunidade de mostrar meu trabalho em um clube como o Palmeiras, que tem bastante renome nacional e internacional no meio, é gratificante. O basquete paulista é o principal do país, e o clube é um dos maiores formadores a nível nacional. A estrutura é sensacional tanto para trabalhar quanto para garantir a melhor assistência aos atletas. Temos tudo para realizar grandes campanhas na temporada”, finalizou Toca.

Toca (Foto: Felipe Nyland/Agência RBS)

Gustavo Rocha, treinador do Sub 12 e Sub 13 do verdão em 2018, continua com essas categorias em 2019. Já Wliians Manzini, técnico multicampeão do verdão, com mais de 15 títulos conquistados, comandou o Sub 14 e Sub em 2019 e passará será o responsável por dar auxílio aos demais colegas dentro e fora de quadra, como coordenador.

Guerreiros: Sub 19 do Palmeiras elimina o Pinheiros e está na Final do Estadual

Ao mesmo tempo em que o Palmeiras conquistava o decacampeonato do Brasileiro, o basquete do verdão fazia um feito de grande tamanho também. Com um investimento inferior, a equipe Sub 19 do alviverde em pelo Ginásio Azul deu uma aula de basquetebol, venceu o Pinheiros por 71 a 69 e avançou à final da competição ao fazer dois a um na série melhor de três jogos.

racc.png
Rafael Rachel foi o grande nome do alviverde (Foto: ViVendo Esportes Produções)

Para chegar até a final, a equipe do alviverde mostrou grande poder de superação neste ano. Além das perdas doas atletas Gabriel Mendes e, sobretudo, Paulo Scheur, até então o grande nome do Sub 19 palestrino, o alviverde teve um duro baque em outubro. Felipe Luiz Santana, o”Filé”, se despediu do Juvenil alviverde, no entanto, deixando um grande legado e valores na base palestrina. Adriano Geraldes, treinador do Sub 16 e Sub 17, se tornou também comandante do Sub 19, seguiu o ótimo trabalho de Filé e levou o alviverde à final do Estadual diante o vencedor da série entre Paulistano e Sesi/Franca.

Na terceira e decisiva partida da série, disputada o apesar de jogar fora de casa, o Palmeiras não se intimidou e foi cirúrgico. Soube explorar os erros do adversário e ser decisivo nos instantes finais. Rafael Rachel, cestinha da partida, com 22 pontos e 10 rebotes, foi o grande nome do alviverde, que também contou com ótima atuação do armador Robson Oliveira, autor de 13 pontos e 3 rebotes.

Histórico: Sub 14 do verdão tira 18 pontos de desvantagem e é campeão diante o SPFC

A equipe Sub 14 da Sociedade Esportiva Palmeiras conquistou o 15º título do Campeonato Paulista Metropolitano da categoria na manhã desse sábado diante o São Paulo pelo placar de 64 a 56. O verdão já havia sido nos anos de 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1973, 1979, 1982, 1983, 1989, 1992, 2007, 2011 e 2013.

Empurrado pela sua torcida, a equipe Sub 14 da Sociedade Esportiva Palmeiras fez história na manhã desse sábado, 3. Após estar perdendo por 18 pontos no terceiro quarto, a equipe do coach Willians realizou uma virada épica no Ginásio do Palestra Itália. Para reverter o placar adverso, o verdão contou com três nomes que fizeram a diferença. Diogo Castro, armador, Guilherme Tesch, ala, e Ângelo Consorte, ala-pivô.

torcida.jpg
Torcida do Palmeiras fez a diferença (Foto: Michael Oliveira/Click Sports 3)

Filho do ex jogador Danilo Castro, Diogo seguiu o caminho do  pai e fez história. Com apenas 14 anos, já conquistou dois ouros em sua carreira. Em 2016, foi campeão também pelo alviverde, mas pelo Sub 12. Armador também, o atleta mudou a partida com uma bola mágica tirada da cartola no final do terceiro quarto. O verdão perdia por 12 pontos e com a cesta, foi para o último período pelo placar de 38 a 47, mudando a cara do jogo e colocando de vez o Palestra na partida. Além disso, Diogo foi fundamental na marcação pressão quadra inteira e também na saída de bola, quando conduzia o Palmeiras em transição para o ataque.

pai.jpg
Danilo e Diogo (Foto: Michael Oliveira/Click Sports 3)

Já Guilherme Tesch, eleito o melhor ala do campeonato e possivelmente o MVP da categoria, sofreu com a marcação do ex palestrino Klaus. Apesar de ‘’apagado’’ no primeiro tempo, isso, contudo, mudou no segundo. Com uma postura agressiva, Gui cavou diversas faltas e lances livre para o verdão. O atleta também foi fundamental no perímetro, convertendo uma cesta dos três pontos no último quarto e diminuindo a diferença do placar.

dire.jpg
Tesch com o diretor Humberto Fernandes (Foto: Michael Oliveira/Click Sports 3)

Por sua vez, Ângelo foi o grande protagonista do triunfo alviverde. Cestinha com 19 pontos, o atleta chamou a responsabilidade do jogo para si. Assim como Tesch, fez um monumental segundo tempo de jogo. Com rebotes e, sobretudo, infiltrações, o ala-pivô do Palmeiras foi fundamental na reviravolta palestrina.

Com o título, o plantel de Willians Manzini garantiu vaga no Estadual, junto com a equipe do Morumbi e os dois melhores times do interior. As datas e horários ainda serão definidas pela Federação Paulista de Basketball. Esse foi o décimo quarto título conquistado por Will pelo verdão, que antes já havida sido campeão em 2012 (Campeão Metropolitano e Estadual – Sub 13); 2013 (Campeão Metropolitano e Estadual – Sub 12); 2014 (Campeão Metropolitano e Estadual – Sub 15); 2015 ( Campeão Metropolitano e Estadual – Sub 12 e Estadual – Sub 15); 2016 (Campeão Metropolitano e Estadual – Sub 13), além de dois torneios de Mar Del Plata e dois brasileiros Sub 15 pela Seleção Paulista.

will.jpg
Wllians comemorando (Foto: Michael Oliveira/Click Sports 3)