Arquivo da categoria: Basquete

A evolução do Sub-14 do Palestra nas mãos de Rato

A equipe Sub-14 do Palestra vem demonstrando uma evolução extremamente significativa durante este ano. Não apenas taticamente, com padrão claro de jogo, mas sobretudo pelo desenvolvimento de diversos jogadores. A evolução é nítida e o grande responsável para isso é o experiente técnico Marcelo Ribeiro, o Rato.

Rato vem realizando ótimo trabalho com o Sub-14 (Foto: Caio Carlucci)

Rato, além de conseguir tirar o máximo de seus atletas, sabe muito bem aproveitar cada característica deles. Mas o mais importante do que vem fazendo com sua equipe é o momento em que ela evoluiu. O Sub-14 do Palestra vem monstrando sua evolução na parte final do campeonato, a partir da Fase de Classificação e essa evolução cresce ainda nos jogos grandes, contra rivais diretos ao título. Na reta final do Paulista, o Palestra superou São José dos Campos (fora de casa), São Paulo (em casa) e Pinheiros (fora de casa) e todas essas vitórias com atuações incontestáveis. Além disso, Rato classificou o Palestra para a Série Ouro com três rodadas de antecedência; o Palmeiras ocupa a terceira posição.

Apesar do alviverde não ter começado o ano como favorito ao título, isso, contudo, mudou e hoje o Palestra é sim candidato ao lugar mais alto do pódio. Além da clara evolução do jogo, alguns fatores são cruciais para a ótima campanha alviverde.
Trio do perímetro:

Certamente Enzo, Micahel Leoni e Diogo Degan compõem um dos melhores perímetros da categoria (apesar de nenhum ter sido convocado para a Seleção Brasileira). O trio combina para médias de 34.87 pontos por jogo. Micahel e Enzo são especialistas do arremesso dos três pontos e estão desenvolvendo um arremesso mais distante e com bom aproveitamento. Já Diogo completa o jogo de Enzo e Micahel com extrema agressividade em relação a cesta e precisas infiltrações.

Michael é especialista do perímetro (Foto: Caio Carlucci)

Coadjuvantes de luxo:

Nem sempre aparecem nas estáticas, mas têm papéis fundamentais para a evolução do alviverde. A dupla do garrafão Rodrigo, ala-pivô, e o pivô Vinicius, São fundamentais para o atual momento do Sub-14. Rodrigo chegou durante a temporada e apesar de pouco tempo no Palestra, se firmou como titular absoluto. Presente na disputa por todas bolas, Rodrigo é um leão em quadra e ainda fundamental por desafogar o trio Enzo, Degan e Michael quando bem marcados. Já Vinicius vem mostrando grande evolução. Chegou cru no alviverde, mas nas mãos de Rato mostrou ser outro jogador. Com ótima presença no garrafão, tem facilidade em pegar rebotes e na parte ofensiva, vem desenvolvendo seu jogo e evoluindo partida a partida.

Vinicius vem desenvolvendo seu jogo interno (Foto: Caio Carlucci)

Experiência à beira da quadra

Quando o assunto é experiência, Rato tem de sobra. Mas não é ”apenas” isso que faz ser um ótimo treinador. Suas habilidades vão além dessa. A maneira como evoluiu seu time é muito significativa, de azarão, transformou nosso Sub-14 em postulante ao título e a cada jogo, sua equipe vem se desenvolvendo, sobretudo na parte defensiva e com ataque fluindo naturalmente. Além disso, consegue extrair o maior potencial de seus atletas, como os casos de Vinicius e Rodrigo e também dando liberdade para Enzo e Michael chutarem sem pressão de errar.

Vale a liderança: Sub 15 do verdão enfrenta o pinheiros nesta sexta-feira

Embalado por duas vitórias fora de casa, contra o Clube de Campo de Rio Claro e São José dos Campos, a equipe Sub 15 do alviverde volta à quadra nesta sexta-feira, pela Fase de Classificação, que antecede as finais da competição, ou seja, decide quem terá o direito de sediar o quadrangular final. Sob comando do técnico Marcelo ”Rato” Ribeiro, às 17 horas, no Palmeiras, as Cria do Palestra medem forças contra o Esporte Clube Pinheiro. (https://www.facebook.com/events/487126202075879/ evento do jogo no Facebook).

O jogo, que por si só já é pegado, quente por ser um clássico na base, tem outro ingrediente especial. Ambas equipes estão invictas e ao vencedor, valerá a liderança da competição. Na fase inicial, o Palestra venceu em casa, já o Pinheiros levou a melhor no Ginásio Azul.

caldeira foi destaque no jogo no Palestra entre os times (Michael Oliveira/Federados)

Apesar da equipe pinheirense ser extremamente forte, sobretudo no jogo interno, o alviverde imponente tem, certamente, o melhor perímetro da categoria, que pode fazer a diferença. Gabriel Caldeira e Diogo Castro formam uma dupla de armação de extremo respeito. Enquanto o primeiro se destaque por suas jogadas desconcertantes, sua extrema habilidade e capacidade de distribuir o jogo, Diogo é exímio chutador dos três pontos e ótimo infiltrador.

Além da dupla, Rato tem outra arma no perímetro. Vindo do banco de reservas, o ala-armador Henrique é, com sombras de dúvida, o 6° homem do verdão. Sempre que entra, faz a diferença. Ótimo marcador, o atleta ainda possui grande facilidade em pegar rebotes e fazer pontos de segundas oportunidades.

Henrique faz a diferença no ataque e na defesa (Foto: Michael Oliveira/Federados)

Pará aparece em ranking entre os 100 melhores prospectos da categoria

Um dos maiores destaques da base palestrina deste ano, o jovem armador Matheus ”Pará” Leoni figura entre os cem melhores atletas da categoria Sub 16. Segundo o site Euro Basket, o palestrino ocupa a 74° posição (https://www.eurobasket.com/Top-Prospects/basketball.asp?Year=1). Além dele, outro ex atleta da Palmeiras está na lista. O ala Matheus Semeghuini, campeão Metropolitano e Estadual com o Sub 12 e Sub 13 do verdão e hoje na Itália, aparece na 69° posição.

Matheus, carinhosamente, chamado por Irving do Acaí, chegou no alviverde no ano de 2018 após passagem pelo Paysandu e ser campeão com a seleção brasileira Sub 14 pelo Sul-Americano. Pelo Palestra, o jovem armador sagrou-se campeão Estadual Sub 16 e vice-campeão Metropolitano Sub 15.

Neste ano, além de atuar pela sua categoria, joga pelo Sub 17 e deverá compor compor ainda o elenco do Sub 19. o Atleta ainda recentemente foi convocado para a seleção brasileira Sub 16 (https://basquetepalestrino.org/2019/05/02/palmeiras-tem-tres-convocados-para-selecao-brasileira-sub-16/)

Sub 15 do palmeiras termina 1° turno invicto; saiba os motivos pela ótima campanha

Campeão Metropolitano Sub 14 de 2018, a equipe Sub 15 da Sociedade Esportiva Palmeiras passou por algumas mudanças para este ano. Apesar da saída de Guilherme Tesch, melhor prospecto da categoria, o Palestra mostra um basquete ainda mais convincente do que a geração do ano passado e terminou o primeiro turno da Fase de Classificação na liderança e invito. Saiba os grandes responsáveis pelo perfeito início do alviverde.

Caldeira e Diogo:

Indiscutivelmente a dupla Caldeira e Diogo é um dos melhores backcourts da base, ou seja, armadores que podem jogar nas posições ”1” e ”2”. Vindo da equipe do Mackenzie, Gabriel chegou ao Palestra para esta temporada e demorou pouco tempo para se encaixar no time palestrino. Com extrema técnica, o armador tem como uma das suas habilidades cadenciar a partida, com um estilo clássico de armar. Além disso, é especialista em arremessos do perímetro. Já Diogo Castro completa o estilo de jogo de Caldeira. Desde o Sub 12 no Palestra, também tem grande percentual de arremessos convertidos dos três pontos, mas para esta temporada mostrou grande evolução em relação 2018. Tem facilidade em sair para o contra-ataque e realizar infiltrações. Quando juntos em quadra, combinam para 37.1 pontos por partida (Diogo 20.4 ppt e Caldeira 16,7ppt).

Diogo anotando mais dois pontos (Foto: Michael Oliveira/Federados)

Protagonismo de Angelo :

Assim como Diogo, Angelo está no Palestra desde o Sub 12 e também vem mostrando evolução. Com a saída de Tesch ganhou mais minutos em quadra e, principalmente, protagonismo. Com 1.92 metros de altura, atua como ala e ala-pivô, além de ser extremamente dominante dentro do garrafão, com ótimo trabalho de pernas.

Efeito Henrique:

Chegou no Palmeiras para esta temporada após boas passagens pelo São Caetano, Minas Tênis Clube e Corinthians. Vindo do banco de reservas, o versátil ala-armador Henrique é uma das grandes armas do Sub 15 palestrino. Ótimo defensor do perímetro, Henrique muda a cara do jogo quando entra, além de ser especialista em realizar bandejas.

Henrique tem grande facilidade em infiltrações (Foto: Caio Carlucci)

The Commander:

Apesar das grandes armas que possui o Sub 15 do alviverde, elas não seriam eficazes sem a presença dele. Marcelo ”Rato” Ribeiro é o grande responsável pala performance do alviverde. Chegou na segunda metade de 2018 para ser assistente técnico das equipes do Palestra e, para este ano, comanda as equipes Sub 14 e Sub 15. Com grande experiência nas quadras como atleta, comandou o Mogi das Cruzes na volta à elite do basquete brasileiro. No Palestra, vem mostrando grande habilidade em tirar ao máximo as qualidade de seus jogadores, além de ter o tato de se expressar com eles.

Rato chegou no Palmeiras em 2018 (Foto: Michael Oliveira/Federados)

Palmeiras têm três CONVOCADOS para seleção brasileira sub 16

Em grande fase na temporada de 2019, o basquete da Sociedade Esportiva Palmeiras teve nessa terça (30) três convocados para a seleção brasileira Sub 16, que irá disputar a Copa América da categoria, disputada em Belém (PA), de 03 a 09 de junho. Os palestrinos Matheus ”Pará” Leoni, João Victor e João ”Shaw” Scopel são os representantes do verdão na seleção.

Além dos três atletas do alviverde, a seleção brasileira será treinada pelo técnico Felipe Luiz Santana, o Filé, ex técnico da base palestrina. Comandou o alviverde até o o primeiro semestre de 2018 e, durante a passagem pelo Palestra, foi um dos responsáveis por formar atletas como Yago Matheus e Gabriel Jaú. Ademais, levou o Palmeiras ao título Estadual Sub 19, em 2015, após longos 32 anos de tabu. Outra ex figura do alviverde que está na seleção é o ala Guilherme Tesch, de apenas 15 anos, que hoje atua Wasatch Academy e defendeu a SEP em 2018.

Conheça os convocados do Palestra:

Desde o ano de 2018 no alviverde, Matheus vem se consolidando como uma das grandes promessas da base brasileira. Com 1m84 de altura, o armador é o grande destaque da equipe Sub 16 do Palestra. Com ótimo controle de bola, extrema técnica e cadência de jogo, possui ainda exímio chute do perímetro. Esta será a terceira passagem de Pará pela seleção. O atleta fez parte do grupo
campeão invicto do título sul-americano Sub-14 conquistado pelo Brasil, em 2017 e também do título do também Sul-Americano, mas Sub 15, em 2018.

Cria do Palestra, o atlético ala-armador Joãozinho é, indiscutivelmente, um dos atletas que mais evolui na base palestrina para esta temporada. Desde o Sub 12 no alviverde, conquistou o Metropolitano e Estadual Sub 12 e Sub 13 e o Estadual Sub 16 (2018). Com um dos melhores jogos de coast to coast, isto é, pegar a bola no campo de defesa e levar a bola com agressividade ao campo de ataque, o atleta ainda é especialista em infiltrações.

Reforço para esta temporada, Shaw chegou ao alviverde por indicação do técnico palestrino Rafael ”Toca” Santos. Com 1m93 de altura, o ala é uma das gratas surpresas da base do verdão deste ano. Titular absoluto na equipe Sub 16 do Palestra, além de atuar como ”3”, possui mobilidade para jogar dentro do garrafão como ”4”. Além disso, possui é técnico e possui bom chute do perímetro.

Sábado de choque-rei para a base palestrina

Neste sábado (13), a base palestrina encara as equipes de base do São Paulo Futebol clube. Do Sub 12 ao Sub 15, os palestrinos jogarão todos os jogos fora de casa, no Ginásio do Morumbi, localizado na Rua Erasmo de Texeira de Assunção, 130 (portão 13).

Sub 12: Com um início arrasador, a equipe Sub 12, comandada pelo técnico Gustavo Rocha, acumula três vitórias em três jogos. Às 9 horas enfrentam o time do Morumbi e, em caso de triunfo, assumem a liderança isolada da competição.

Sub 13: Também treinada pelo coach Gustavo, o Sub 13 do alviverde tem a chance de se recuperar do revés diante o Basquete Regatas. Liderado pelo trio Enzão (20.5 PPG), Vinicius CarluccI (15.6 PPG) e Jonathan (14.3 PPG), os Crias do Palestra entram em quadra às 13 horas.

Enzo e Jonathan são destaques da equipe Sub 13 (Foto: Caio Carlucci)

Sub 14: Após uma convincente vitória diante o São Caetano, o plantel do técnico Marcelo ‘’Rato” Ribeiro tem a chance de encostar nos líderes do Campeonato Metropolitano. Às 11 horas enfrentamos os donas da casa.

Sub 15: Confronto mais aguardado do final de semana, duelam às 15 horas. Em 2018, o verdão foi campeão Metropolitano justamente diante o São Paulo. Já na decisão do Estadual, o time do Morumbi deu o troco no alviverde. Líder absoluto da competição, os palestrinos que também são comandados pelo coach Rato, venceram todos os seus quatro jogos (Campinas, Rio Claro, Pinheiros e Regatas).

O armador Caldeira é um dos grandes destaques da equipe Sub 15 do Palestra (Foto: Caio Carlucci)

A vitória no derby pelo sub 19: a mesma instituição, mas cenários diferentes

Enquanto Zé Rafael cobrava o pênalti que levou ao adeus do Palmeiras pelo Campeonato Paulista, no mesmo horário, quilômetros longe do Allianz Parque, a mesma intuição, o mesmo clube, jogava contra Sport Corinthians Paulista, mas pelo time Sub 19 do Basquete alviverde.

Em pleno Ginásio Wlamir Marques, casa do SCCP, o verdão foi guerreiro e honrou nosso manto. Apesar dos desfalques de Iago, Robson e Diego, os palestrino defenderam nossa camisa, não passaram vergonha e venceram os mandantes pelo imponente placar de 77 a 57. Vinicius Chagas, com 17 pontos e 7 rebotes, e Brunão, atleta do Sub 17 , mas que sobe de categoria, com 10 pontos, foram os destaques do alviverde.

Não é de hoje que a base do verdão fez fazendo bonito. Apesar de há anos sem disputar o NBB, nossos meninos ano a ano vem fazendo história. Yago, que brilha no Paulistano, recententemente jogava no verdão. Gabriel Jaú o mesmo. Com um investimento infinitamente menor que o do futebol, o basquete do alviverde é gigante. Incomoda os outros, nos enche de orgulho e merece um pouco mais de visibilidade e atenção. Jogam por amor, por respeito ao Palmeiras. Dê um pouco de sua atenção para nossa base. Ela merece, os jogadores merecem e honram muito mais que eles do futebol.